sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Petro venezuelano! QUE LASTRO?

Afinal, uma moeda tem que ter lastro para ser aceita no mercado mundial, certo? Senão é apenas papel.

TUDO na Venezuela vai bem (principalmente o socialismo deles), a debandada dos venezuelanos para países vizinhos, fugindo tanto da miséria quanto da ditadura de Maduro.
Maduro está conseguindo muito sucesso com sua política e seus aliados internos.
A Venezuela TEM CONDIÇÕES DE SUSTENTAR O SEU POVO SIM. O país NÃO está em frangalhos;  PROPOSITALMENTE, há dívidas junto a vários órgãos da ONU - motivo pelo qual a Venezuela está impedida de votar e apresentar quaisquer candidatos; 

Como o país vai garantir a força e a liquidez da moeda perante o mundo?

A Venezuela sabe,  o mundo todo sabe, sobre o tráfico de armas e drogas desgraçando nações, famílias inteiras,  tendo como cúmplices países integrantes do BRICS. O resultado do narcotráfico não é numerário LÍCITO para  compor lastro financeiro em novas moedas  para integrar parcerias entre os países soberanos. A Venezuela omite dizendo ser do Petróleo.

Ninguém ainda comentou a descoberta de contas milionárias, na Suíça, e pertencentes ao “*politburo” venezuelano….Porque será???? (*comitê central do partido comunista da antiga U.R.S.S.)

Acontece que a Venezuela tem auto-independência de hidrocarbonetos e desse modo recusar-se a se deixar dominar, com a imposição de preços etc..serve como atestado de bons antecedentes e fiança em qualquer tipo de contrato internacional, sendo questão de inteligência para os governantes desses Estados, entenderem que eles podem vir a sofrer os mesmos tipos de problemas ora sofridos pela Venezuela. E é uma burrice sem tamanho os governantes de Estados em estado de em desenvolvimento eterno, tentarem desinformar as populações que governam. É o caso do Brasil que aceita calado a entrada dos migrantes e nada informa ao povo inclusive aos migrantes que estão vindos de um país rico e sem saberem das condições privilegiadas em que se encontra a Venezuela, invadem o país vizinho, agitam, exigem, praticam o vandalismo, a tirar o sossego dos brasileiros, com aprovação dos parceiros integrantes dos BRICS soviets: O BRASIL!!!
Resultado de imagem para petro venezuela
Petro venezuelano: trata-se de uma moeda digital oficial gerida pelo governo venezuelano e garantida pelas reservas de petróleo do país a nova criptomoeda venezuelana é possível realizar transações direitas sem passar pelos "canais" financeiros controlados pelos EUA, país que tem em suas mãos a maioria dos "bancos e circuitos financeiros", pelos quais atualmente passam “todas as operações realizadas com moedas soberanas tradicionais", Segundo José Gregorio Piña, de agora em diante a Venezuela conseguirá escapar das sanções norte-americanas a Rússia e a China "planejam e já estão em vias de gerar suas próprias criptomoedas".

O economista lembrou também que os países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) estão considerando a criação de uma moeda supranacional para transações entre os países que fazem parte do BRICS e da União Econômica Euroasiática, que integra a Rússia, a Armênia, a Bielorrússia, o Cazaquistão e o Quirguistão.

A recente viagem do secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, pela América Latina tem a ver com o lançamento do petro.

Temo pelo futuro da Venezuela nas mãos de um maluco


Resultado de imagem para MÁFIA ITALIANA Ndrangheta A MAIS PERIGOSA

Apanharam no Brasil o líder da Ndrangheta, a mais discreta família do crime italiana

Vincenzo Macrium estava morando em Caracas, na Venezuela, ciou uma identidade falsa descoberta pelos investigadores da Reggio Calábria. Em conversas gravadas por microfones e câmeras escondidas em 2016 e anexadas a investigações na Itália, Vicenzo Macri aparecia discutindo sobre planos de expandir os negócios de narcotráfico para a Venezuela, segundo a Reuters. E o maior cabecilha do grupo criminoso que fez num ano mais de 50 mil milhões de euros, Um dos principais expoentes do clã criminosa Commisso da máfia 'ndrangheta, uma das mais discretas famílias do crime italianas, Vincenzo Macri, foi detido em São Paulo, a caminho da Venezuela, acusado de tráfico de droga internacional.[1,2,3] 

[1]https://www.dn.pt/mundo/interior/brasil-detem-lider-da-ndrangheta-a-mais-discreta-familia-do-crime-italiana-8554687.html
[2]https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2017/06/09/pf-anuncia-prisao-de-mafioso-no-aeroporto-de-guarulhos.htm
[3]http://www.ilsole24ore.com/art/notizie/2017-06-10/finisce-san-paolo-latitanza-capo-cosca-vincenzo-macri-095455.shtml?uuid=AEj1IFcB&refresh_ce=1
Petro venezuelano! QUE LASTRO? Exército de frente para o oceano Atlântico para proteger o que? o óleo? a Venezuela? Ué!!! as drogas são produzidas e espalhadas pelo oceano pacífico para o Brasil, porque  a proteção do Exército está do lado contrário???

Para refletir Temer e a Intervenção

VAMOS PENSAR JUNTOS: Assim tenho debatido: por que? O GOVERNO(financiados tb pelo narcotráfico) colocou o Exército de frente para o Atlântico e de costas para o Pacífico e Brasil? SE AS DROGAS VEM DOS ESTADOS BEIRANDO O PACÍFICO PARA TODO O BRASIL E SAI TRANSPORTADA VIA AÉREA PELA VENEZUELA(grande Caribe),- PORTO DE SUAPE NA GRANDE RECIFE(exterior), -POR SÃO PAULO VIA SANTOS(exterior), PELO URUGUAI,... QUANDO ENTÃO ENTRA OS ARMAMENTOS PESADOS(Rússia/BRICs)... O Exército foi colocado no RJ para esconder, tapar com a peneira o que?. O BRASIL TODO ENVOLVIDO NO TRÁFICO DE ARMAS E DROGAS, enquanto via aérea o grande transportador ditador chefe(milionário), expulsa seu povo para o Brasil para serem sustentados pelo povo brasileiro, dando início em todo o Brasil a ocupação da pátria grande bolivariana . POR QUE, O ALTO COMANDO DAS FFAA PERMITEM???
A ‘Ndrangheta[Andrângueta].Ela está dentro das articulações do estado, dentro da maçonaria, está no âmbito da política diretamente com seus homens, é de direita como de esquerda; em alguns casos, na Calábria de hoje, não há mediação entre poder criminoso puro e poder político são representados pela mesma pessoa, é internacional, também controla todas as rotas de drogas na América do Sul e África.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

O presidente Michel Temer pode se surpreender, pois as Forças Armadas, como no passado, estão sempre prontas para administrar o país. Se preparam para isso também, e isso em condições extremamente adversas, com o país em conflito ou sob uma convulsão social. Quem conhece a Escola Superior de Guerra (ESG), que é um Instituto de Altos Estudos de Política, Estratégia e Defesa, sabe bem o que escrevo. Só para se ter uma ideia, o Professor Ives Gandra da Silva Martins é um dos professores, seguramente é hoje o melhor nome em termos do Direito Constitucional

https://www.youtube.com/watch?v=IMt1QsSQzqc

Temer e a sua Intervenção no Rio de Janeiro é uma intervenção meia-boca, antes deveria intervir no Palácio Guanabara, o qual deve ser devolvido aos seus legítimos donos, e no Palácio Tiradentes, onde um número significativo de políticos lá chegaram financiados pelo narco-trafico e pela corrupção que os cariocas assistiram, já que acabaram tornando o Rio uma mini-Venezuela. Temer quer sair como salvador da pátria, esquece que na na área da Segurança Pública o que menos mostra bons resultados é a centralização excessiva, razão pela qual o tal Ministério da (in)Segurança Púbica está fadado ao fracasso, até porque ofende o princípio que deveria nortear os brasileiros, o princípio da subsidiariedade.
Resultado de imagem para políticos corruptos do Rio de Janeiro

Temer  seus agregados e cúmplices  peemedebistas  que acabaram tornando o Rio de Janeiro uma mini-Venezuela, Temer ante ao fracasso dos resultados que está colhendo pela forma incompetente como procurou conduzir a Reforma da Previdência, que sabemos bem, é necessária e urgente, até porque penaliza de forma cruel os mais pobres e as futuras gerações, que são os que de fato pagam a conta. Os mais pobres são penalizados pelo que recebem e pelo que pagam em impostos, e as futuras gerações, por não terem um modelo como o chileno, racional, e mais que isso, com o atual modelo o país está se endividando. Dívidas serão convertidas em impostos no futuro, afinal terão que ser pagas.


Temer, passado o Carnaval, encontrou uma forma de dar visibilidade política ao seu nome e de seu partido, o qual está igualmente fadado ao completo fracasso  juntamente com o PT e o PSDB, que com a Estratégia da Tesoura impuseram o socialismo, seja o nacional-socialismo bolivariano de Lula e seu Foro de São Paulo, com os socialistas fabianos que não souberam ser oposição quando o Brasil mais precisava dela.
Temer nem mesmo soube ser um bom garoto-propaganda, com suas aparições no Faustão, Silvio Santos, Gugu e o Ratinho. Mais parece a turma do Jassa.

 (Gerhard Erich)



DAI O USO INDEVIDO DAS FFAAs PARA ENFRENTAMENTO A CRIMINALIDADE, COM A AGRAVANTE DE QUE ESTAS ESTARÃO SUBMETIDAS AS LEIS CIVIS, É UM ABSURDO JURÍDICO E PROPOSITALMENTE COM A FINALIDADE DE COLOCAR OS CIDADÃOS CONTRA OS MILITARES, COMO NÃO PERDEM TEMPO DESDE O TERMINO DA ADMINISTRAÇÃO MILITA QUE COMPROVADAMENTE SÓ BENEFICIOU COM PROGRESSOS À NAÇÃO BRASILEIRA.
A ATUAÇÃO MILITAR É SOMENTE PARA A GUERRA E ASSIM SE ESPERA DESTA INSTITUIÇÃO, SEU USO NO ENFRENTAMENTO AO CRIME ORGANIZADO NAS CIDADES É INACEITÁVEL E FALACIOSO POR PARTE DE INESCRUPULOSOS DENTRO E FORA DA CORPORAÇÃO.
ISSO É VERGONHOSO E TRAIDOR 
existe o precedente da Rocinha em que, com a GLO do ano passado, todo o morro passou para o comando do PCC
A decisão do governo federal de intervir no Rio  pode reforçar a expansão das ações do PCC (Primeiro Comando da Capital, facção criminosa com origem em São Paulo) no país.

A intervenção só terá possibilidade de êxito se forem instalados bloqueadores de celulares nos 51 presídios do RJ. Corta-se a comunicação entre os narcotraficantes presos com os seus prepostos nos morros.  
Se esta medida simples não for implementada a intervenção restará fracassada. Lembro também o precedente do final do ano passado no qual as FFAA foram proibidas por Pezão de fazer rescaldo nos presídios cariocas.
Missão dada e missão cumprida ... mas quem está se beneficiando com essas ações?

Ensaios Sobre a Venezuela
Celso Furtado

Celso Furtado praticamente dispensa apresentações. Foi o maior intelectual brasileiro do século XX. Mais do que técnico, professor ou ministro, mais do que homem público exemplar, personificou a esperança desenvolvimentista. Mais do que economista, foi um homem de cultura, com sólida formação humanista e um dom primoroso para a exposição de idéias – em salas de aula, em conferências ou em textos de admirável elegância e clareza. Alguns de seus livros tornaram-se clássicos e foram traduzidos no mundo inteiro. Metódico, organizado, Furtado deixou riquíssima documentação: manuscritos, anotações detalhadas de cursos, estudos preliminares, relatórios, correspondência, entrevistas e artigos que hoje estão inacessíveis. É sobre esse material que Rosa Freire d’Aguiar Furtado se debruçou para organizar os Arquivos Celso Furtado, que o Centro Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento e a editora Contraponto começam a publicar, com previsão inicial de doze volumes, para que a obra do nosso maior pensador fique, de fato, completa. Em cada um deles, autores contemporâneos serão chamados a comentar esses trabalhos inéditos. Começamos com dois estudos, extremamente atuais, sobre o singular caso da Venezuela, complementados por uma bela entrevista concedida lá, em 1974. Enviado a esse país, pela primeira vez, em 1957, em missão da Comissão Econômica para a América Latina (Cepal), Furtado logo percebeu que a presença de um recurso natural abundante – no caso, o petróleo – produzia um excedente estrutural nas contas externas e mantinha a taxa de câmbio em uma posição incompatível com a diversificação da base produtiva local. Desarticulado dos demais setores, o moderno setor exportador não impulsionava a modernização do conjunto da economia. Como a produção de petróleo e as atividades a ela diretamente associadas só absorviam uma pequena parcela da população, a grande maioria dos venezuelanos permanecia em atividades de baixa produtividade. Daí a expressão, aparentemente paradoxal, de que a Venezuela era um caso atípico de “subdesenvolvimento com abundância de divisas”. Como mostram neste volume o professor Carlos Aguiar de Medeiros e o economista argelino Abdelkader Sid Ahmed, a análise pioneira de Celso Furtado ultrapassa a problemática venezuelana e a época em que foi formulada, projetando luz sobre questões de hoje, inclusive no Brasil. São assim, perenes, os trabalhos dos grandes mestres, que, por isso, precisam ser relidos sempre. (César Benjamin)

E não deixe de ler também:

A espiral decadente da Venezuela
Steve Hanke 
www.mises.org.br/Article.aspx?id=1740

O socialismo venezuelano: pessoas comendo cachorros, saqueando supermercados e morrendo de inanição
Mary Anastasia O'Grady, Andrea Rondón García e Leandro Roque
www.mises.org.br/Article.aspx?id=2410

“Um dos efeitos da intervenção deverá ser o estrangulamento do Comando Vermelho [organização criminosa criada no Rio]. Isso vai ajudar o PCC [rival do Comando], que crescerá mais
O PCC vem se espalhando pelo território nacional e travando batalhas com grupos rivais como o Comando Vermelho, demonstrando o fracasso do Brasil no combate a essas facções. “Essas organizações criminosas estão expandindo seus negócios e se transformando em máfias e cartéis, como aconteceu na Itália e na Colômbia”, 
o presidente Michel Temer (PMDB) pela declaração de que o crime organizado “quase tomou conta do Estado do Rio de Janeiro” e “é uma metástase que se espalha pelo país e ameaça a tranquilidade do nosso povo”.
“O presidente diz que o câncer está no Rio. O Rio é o 12º Estado da Federação em termos de índice de homicídios [por 100 mil habitantes]. Então, por que o Rio seria a origem do crime espalhado pelo país?”
antropóloga Alba Zaluar

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

O novo Império Britânico? Planos para anexar o Atlântico Sul?

Resultado de imagem para Oceano Atlântico ao redor das Falklands

Fonte: The Guardian


A Grã-Bretanha está preparando reivindicações territoriais de dezenas de milhares de milhas quadradas no fundo do Oceano Atlântico ao redor das Falklands, Ilha de Ascenção e Rockall na esperança de poder anexar campos potencialmente lucrativos de gás, petróleo e de minerais, conforme o Guardian foi alertado.

As reivindicações do Reino Unido serão encaminhados para a Comissão de Limites da Plataforma Continental das Nações Unidas UN Commission on the Limits of the Continental Shelf, exploram uma nova ótica legal que está transformando a política internacional de mineração sub-aquática.

A Grã-Bretanha está acelerando seu processo de encaminhar as reivindicações para as ONU que são cercadas de conflitos diplomáticos potenciais, e não apenas com a Argentina - antes que a data limite para este registro se encerre 

Apoiado em levantamentos geológicos e geofísicos detalhados realizados por cientistas e hidrógrafos, qualquer estado pode delinear um novo "limite exterior da sua plataforma

O Sr. Carleton crê que a solicitação das Falklands é a que tem mais potencial para se prolongar e gerar ruído político relevante. A Grã-Bretanha e a Argentina guerrearam pelas ilhas a mais de 25 anos atrás, e o valor estimado do petróleo sob os mares naquela região promete ser imenso, testes sísmicos sugerem que poderia existir mais de 60 milhões de barris sob o fundo do mar.

O Reino Unido recebeu autorização de realizar perfurações exploratórias ao redor das ilhas dentro do limite normal de exploração de 200 milhas e qualquer novas reivindicações junto ao UNCLCS estenderia estes direitos ainda mais para dentro do Atlântico.

"Seria além das 200, porém menor do que as 350 milhas," falou o Sr. Carleton, que está envolvido na formalização da proposta à ONU. "Efetivamente isso uniria as áreas ao redor de South Georgia às Falklands. É uma proposta, mas ainda não foi decidido como isto será gerenciado pelo governo britânico. Os argentinos irão alegar que não temos o direito de reivindicar essa área, é algo bem delicado."

Martin Pratt, diretor de pesquisa na unidade de fronteiras internacionais da Universidade Durham, adicionou: "Os russos podem estar reivindicando o Ártico mas o Reino Unido está pedindo uma imensa fatia do Atlântico. Alguns países podem questionar porque uma grande potência pode ter direitos sobre imensas áreas dos recursos do oceano localizadas a tantas milhas do seu território, mas esta é a forma pela qual a lei é interpretada."

Devido as sensibilidades - no início deste ano Buenos Aires abandonou um acordo de 1995 com o Reino Unido para dividir qualquer petróleo achado nas águas adjacentes - a primeira reivindicação formal britânica será sobre o oceano ao redor da Ilha de Ascenção.

Uma ilha vulcânica, a 1,000 milhas do continente africano, que fica posicionada em um dos lados da dorsal do Atlântico. Nenhum gás ou petróleo deve ser localizado naquelas águas, mas, pode, muito bem, haver relevantes depósitos minerais no fundo do mar.

Conversas já se iniciaram com a Irlanda, Islândia e Dinamarca para a divisão dos direitos de exploração do Atlântico Norte. Isso inclui a ilha de Rockall e a dorsal submarina Hatton. As propostas conflitantes nem de perto se encontram próximas de qualquer resolução ainda que a Irlanda e a  Grã-Bretanha já tenham acertado os seus limites territoriais na região de forma definitiva.

Outros países que já propuseram suas reivindicações ao redor de dependências remotas receberam fortes ressalvas dos países na região. A França que neste verão [setentrional] encaminhou sua reivindicação por milhares de milhas marítimas ao redor da Nova Caledônia, no Pacífico, foi alvo de protestos de Vanuatu alertando que esta reivindicação tem "sérias implicações e ramificações na soberania legal e tradicional de Vanuatu". A Rússia foi criticada neste verão por reivindicar uma significativa parte do Oceano Ártico.

Os técnicos da ONU tem progredido lentamente na análise das reivindicações. O processo de extensão do limite normal de 200 milhas requere um grande número de resultados de pesquisas submarinas. De acordo com a convenção sobre a lei do mar, estados proponentes podem registrar seus direitos ao "determinar o ponto final da plataforma continental onde ela se encontra com o fundo do oceano".

Uma vez demarcado, o fundo do mar poderá ser reivindicado por outras 60 milhas náuticas a partir deste ponto. Quando os direitos territoriais forem obtidos, os estados terão o direito de extrair quaisquer minerais, gás natural ou petróleo descoberto na área anexada.

Existe uma data limite, maio de 2009 para que as reivindicações do Reino Unido e dos demais países serem entregues, no entanto, países que ratificaram o acordo posteriormente terão mais tempo para fazer isso. "A quantidade de dados técnicos exigida é imensa," disse o Sr. Pratt. "A Austrália recentemente enviou 80 volumes."

Anteriormente, o Greenpeace descreveu este processo como uma "corrida por terras".
 http://www.freewebs.com/imortaisguerreiros/artigosematriasrebeccas.htm

Colombia, FARC, ndrangheta, Venezuela,

La Colombia e il narcotraffico alla fine del 2017


Farc c ansapor Piero Innocenti
A única coisa certa que surge dos relatórios da inteligência europeia na Colômbia sobre o narcotráfico é que as relações com o crime organizado italiano continuam a ser decididamente satisfatórias, especialmente com o "ndrangheta que, nestas partes, consolidou suas ligações com os narcos, graças, acima de tudo, à sua credibilidade criminal. Entretanto, será importante ver como o fenômeno do tráfico de drogas no país mudará após o acordo de paz assinado pelo governo com as Farc, que durante muitos anos representaram o cartel narcoguerriglia que controla o cultivo de folhas de coca e produção de cocaína em diferentes departamentos.
Os ex-guerrilheiros formaram o partido político chamado Fuerza Alternativa Revolucionária do comum com os antigos líderes da FARC Rodrigo Londoño Echeverry , conhecido como " Timochenko ", que vai apresentar um candidato a presidente em 2018, enquanto Ivan Marquez , um ex-comandante da guerrilha Bloque del Caribe e Jesus Santrich , membro proeminente do Estado-Maior das Farc , será o chefe do Senado e da Câmara, respectivamente. Tudo isso enquanto as negociações de paz continuam em Quito (Equador) (entre os vários países garantes da negociação, há também a Itália) também com o ELN(Exército de Libertação Nacional), o outro grupo de guerrilha nascido em 1964 e liderado por Nicolas Rodriguez Bautista (também conhecido como Gambino), depois que os acordos chegaram à cessação das hostilidades para o período de outubro de 2017 a janeiro de 2018. Também este treinamento de guerrilha desempenhou um papel não secundário no tráfico de cocaína nos últimos anos. Mais recentemente, em julho de 2017, a descoberta de soldados do exército, no rio San Juan da cidade de Itsmina (Chocò), de um submarino equipado pela primeira vez com um motor a energia elétrica (baterias) construído em nome da frente Che Guevara do ELNpara transportar até 4 toneladas de cocaína, foi a confirmação adicional do envolvimento da guerrilha no transporte de drogas marinhas. 
Droga que continua a ser um componente importante da economia colombiana, apesar dos esforços feitos pela Polícia Nacional, em particular pelo Departamento de Antinarcóticos, para combater as várias gangues, incluindo o poderoso clã Usuga, nomeado em homenagem ao seu chefe Dario Antonio Usuga , militante, como jovem , nas fileiras do ELN, espalhados por todo o território colombiano que competem por mercados e rotas de exportação. Mesmo a decisão de Usuga de mostrar-se, no primeiro de setembro passado, descoberta, em um vídeo no Youtube, anuncia o desejo de chegar a um acordo com o governo colombiano por sua entrega (foi pesquisado há anos com um " tamanho"De cinco milhões de dólares). Mencionamos as atividades de contra-narcóticos pela Polícia Nacional e outras forças armadas e alguns dados estatísticos podem nos ajudar a entender a extensão desse trabalho que é muito semelhante aos esforços de Sisyphus. Na verdade, apesar da erradicação em 2016 de mais de 400 hectares cultivados com papoulas de ópio e cerca de 380 hectares destruídos durante o primeiro semestre de 2017, sempre se fala de uma área de cultivo estimada (o monitoramento das culturas ocorre apenas com sobrevoo de aeronaves ainda cerca de 500 hectares da polícia anti-narcóticos) com uma produção de cerca de 10 toneladas de heroína (um laboratório clandestino foi identificado no decorrer de 2017, em Yacuanquer no Departamento de Narino). Mesmo com as culturas de coca, não é melhor se você acha isso,
A quantidade de maconha interceptada é grande (cerca de 173 toneladas). Os contatos e o " negócio " dos narcos colombianos com o crime organizado italiano (quase exclusivamente com o "Ndrangheta") são sempre excelentes, da mesma forma que as relações de colaboração entre autoridades policiais e judiciais dos dois países destinados a melhorar após a assinatura , que aconteceu em Roma há apenas um ano (15 de dezembro de 2016), sobre extradição, cooperação judicial e transferência de prisioneiros. 

Tirado de : liberainformazione.org
Foto  © Ansa

http://www.antimafiaduemila.com/home/terzo-millennio/232-crisi/68394-la-colombia-e-il-narcotraffico-alla-fine-del-2017.html

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Denuncia dos Militares: A clã Rothshild usurpando a Amazônia

a Amazônia tem de ser protegida dessas pretensas ONGs, lá isto tem de ser feito, MESMO !  Que o FHC “vendeu” várias posições nacionais, é fato – inclusive obedeceu à determinação internacional de criar o Ministério da Defesa (Jamais chefiado por um chefe militar, mas sim por submissos “socialistas”, quando não abertamente comunistas!), alijando de seu convívio e aconselhamento os Chefes militares das Três Forças.
Nossa  SOBERANIA, certamente,  CORRE SÉRIOS RISCOS.
Quem conhece o General Durval Nery que aparece dando essa entrevista SABE que General fora do alto Comando,  e que serve a PÁTRIA, não mente.
VEJA O VÍDEO DA ENTREVISTA DO GENERALJÁ PERDEMOS A  AMAZÔNIA! O POVO QUE NÃO APRENDE NO AMOR, VAI APRENDER COM A DOR!

PERGUNTO:
POR QUE DEMORARAM TANTO PARA DENUNCIAR PUBLICAMENTE???
POR QUE DENUNCIAM O PSDB INOCENTANDO O PT??
POR QUE NADA FALAM SOBRE O FÔRO DE SÃO PAULO CRIADO SECRETAMENTE PELO PT E ACOBERTADO PELO PSDB?
POR QUE NÃO PROVIDENCIARAM UMA ADIN PARA RETIFICAR, DENUNCIAR, A OIT/169 EM JULHO/2014?

GENERAL DO EXÉRCITO DENUNCIA CONTROLE DOS ROTHSCHILDS NA AMAZÔNIA BRASILEIRA COM PATROCÍNIO DO PSDB. A SOBERANIA DO PAÍS CORRE SÉRIOS RISCOS.
O General Durval Nery, é conselheiro do Centro Brasileiro de Estudos Estratégicos do Exército brasileiro (CEBRES) e comandou por vários anos um Batalhão de Forças Especiais na Amazônia. Sendo um profundo conhecedor do território amazônico, o General foi entrevistado por um programa privado de entrevistas onde descreve e relata a grave situação que envolve a soberania brasileira na Amazônia.
Segundo afirmações do General, há na Amazônia cerca de 100 mil ONGs estrangeiras fomentando órgãos internacionais sobre as “queimadas” na Amazônia. Segundo as ONGs, há um território de 5 milhões de metros quadrados que vem sendo devastado de forma criminosa e irresponsável pelo governo brasileiro. O General desmente a versão das ONGs e afirma que as áreas queimadas não estão dentro da Amazônia legal e sim nas áreas periféricas.
Ainda segundo o General, os criadores de gado brasileiro que margeiam a Amazônia, não alimentam seu gado com ração estrangeira da Monsanto e sim, comem grama natural. As queimadas são tradicionais nestas áreas, pois servem segundo o General, para a renovação da grama. Não há nenhuma queimada dentro da Amazônia afirma o General. O objetivo destas ONGs é desestabilizar o governo brasileiro e provocar uma reação de órgãos internacionais para provocar uma intervenção internacional na Amazônia. Por trás estão grupos ligados a família dos Rothschilds que almejam se apossarem da Amazônia para explorarem seus recursos naturais.
A ONG inglesa WWF é financiada por Jacob de Rothschilds, por George Soros e pela Fundação Ford. Segundo o General, esta ONG está por trás da tentativa de patrocinar a intervenção da Amazônia e consequentemente entrega-la em detrimento e benefício de grupos estrangeiros. A WWF brasileira recebeu do PSDB do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, autorização federal para atuar em território brasileiro a partir de 1996. Nesta mesma ocasião Fernando Henrique Cardoso assinou a OIT 169 que dispunha sobre o desmembramento da Amazônia em 217 micro Nações Indígenas. Coincidências?
O golpe da OIT 169 iria desmembrar a Amazônia do restante do Brasil e facilitaria a ação de grupos internacionais na exploração de recursos naturais da Amazônia. A ingenuidade dos índios seria explorada de forma gananciosa por espertalhões como os Rothschilds e seus comparsa globalistas. Quanto será que FHC e o PSDB teriam levado por baixo dos panos para entregar a Amazônia para seus parceiros socialistas fabianos e permitir a farsa mentirosa da ONG WWF?
Segundo o General, esta ONG financia o MST, grupos guerrilheiros e incita a invasão e o desmembramento da Amazônia. Membros desta ONG orientam os índios brasileiros a reivindicarem suas terras e nações através da FUNAI. O General afirma ainda que esta ONG financia outras ONGs e promove a lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e de armas dentro das reservas indígenas demarcadas por Fernando Henrique Cardoso em 1996. FHC é presidente de uma Comissão Global pela Liberação de Drogas. Esta entidade é patrocinada por George Soros. Soros segundo a CIA, trafica armas e drogas na fronteira do Brasil com a Bolívia e mantêm uma fazenda de 500 mil hectares em território boliviano com plantação de maconha, haxixe e folha de coca.
Para facilitar a ação de capangas de Soros, FHC desmobilizou postos militares na fronteira do Brasil com a Bolívia e promulgou uma Lei de porte para usuários e consumidores de drogas. Esta Lei de autoria do PSDB permite que usuários transportem drogas para seu consumo sem que haja intervenção policial. A Lei também impede a prisão de usuários que estejam usando drogas em áreas públicas. As manobras de FHC para facilitar o tráfico e a ação de seus parceiros traficantes, fez crescer o número de drogados e de vítimas do tráfico no Brasil
Foi à partir de 1996 que traficantes passaram a adquirir armas de guerras, fuzis e metralhadoras para defender seus territórios e suas “bocas de fumo”. Soros vendia drogas e armas nas favelas do Brasil e enriquecia ás custas do sofrimento de milhares de famílias. O consumo e o tráfico de drogas no Brasil crescerem de forma assustadora entre 1996 e 1998. Antes a PF apreendia no máximo 30 ou 40 quilos de drogas. A partir de 1996 passaram a ser toneladas e mais toneladas de drogas e entorpecentes
Segundo o General, há 276 mil ONGs no Brasil e 100 mil delas estão na Amazônia. Somente no governo do PSDB, cerca de 180 mil ONGs foram criadas no Brasil. Grande parte delas servem para lavar dinheiro da corrupção. Duas ONGS ligadas ao PSDB foram alvos de uma CPI abafada pelos tucanos. Ambas estavam envolvidas com doleiros uruguaios e lavavam dinheiro desviado dos cofres públicos. Outras duas ONGs ligadas a FHC desviavam verbas federais. Uma delas era dirigida por Ruth Cardoso e segundo a CPI, desviou R$ 220 milhões dos cofres públicos.
Na entrevista o General afirma que as ONGs foram denunciadas em1996 pelo General Maynard Marques de Santa Rosa que foi secretário de assuntos estratégicos do ministério da Defesa. Outro General, Augusto Heleno Pereira, também fez denuncias e duras criticas as ONGs, ao Governo Federal e as políticas adotadas pelo Estado na região. O Brasil está sendo invadido de forma criminosa por grupos estrangeiros e com o patrocínio do PSDB e do governo federal. Segundo o General, há uma guerra programada de origem externa que visa dominar e se apossar da Amazônia.
Na Amazônia existem metais e pedras preciosas, ouro, manganês, diamantes, nióbioUrânio e petróleo. Segundo o General, nos anos 80, a New Steel mineradora americana garimpou 40 milhões de toneladas de manganês no Amapá. A empresa que pertence ao filho do ex-presidente americano Roosevelt, faturou bilhões de dólares até o ano de 1992. Para o Brasil restaram os buracos das escavações e prejuízos trabalhistas, ambientais, econômicos e sociais. O General afirma que 98% do nióbio do mundo está na Amazônia. O nióbio é usado como condutor em celulares, computadores e até em turbinas de aviões. A extração ilegal e o contrabando causam prejuízos bilionários ao Brasil.
O General afirma que esta guerra assimétrica tem o intuito de desestabilizar o Brasil. Esta guerra vem sendo patrocinada por organizações não governamentais e ONGs que se infiltram no governo com seus milhões de dólares. O objetivo principal é fazer com que o Brasil perca seus direitos sobre seus recursos minerais e principalmente sobre a Amazônia. O General relata ainda que em 1999, 35 garimpeiros brasileiros teriam sido assassinados por homens ligados ao Illuminati Jacob Rothschilds. A empresa de Rothschilds recebeu carta branca e isenções fiscais do PSDB e de FHC para explorar minas de diamantes em território Amazônico. Beneficiando-se da Lei Kandir, promulgada por FHC e sua turma de bandidos do PSDB, a Rothschilds fatura cerca de R$ 6 bilhões de dólares anuais explorando e contrabandeando diamantes do Brasil. Segundo o General, os Rothschilds extraem toneladas de diamantes dentro das reservas indígenas e contrabandeiam o produto para fora do Brasil.
A empresa Rothschilds manda no local e não permite a entrada de nenhum brasileiro na área de reserva. A mina é considerada a segunda maior do mundo. Ainda segundo o General, na reserva Raposa do Sol em Roraima há outra mina de diamantes sendo explorada pela Rothschilds, esta sim, considerada a maior do mundo. Os Rothschilds garimpam toneladas de diamantes desta reserva e faturam bilhões de dólares à custa do povo brasileiro. O governo de FHC demarcou a área e a declarou como reserva indígena em 1996. Vários produtores e colonos que habitavam as terras demarcadas por FHC, foram expulsos destas áreas. Desta forma, FHC possibilitou o controle da Rothschilds dentro das reservas demarcadas. São eles que mandam na Amazônia.
Inclusive há uma bandeira estrangeira hasteada dentro da reserva. É como se estas áreas pertencessem aos Rothschilds e não ao Brasil. Indignado com a ousadia, um General brasileiro mandou tirar a bandeira do mastro. Um dos empregados de Rothschilds se dirigiu ao General e disse para não tirar a bandeira estrangeira, pois quem PAGA mais tem o direito de colocar a bandeira que quisesse.
O General relata ainda que grupos ligados à Rothschilds e as ONGs, estavam dentro da Selva brasileira preparando uma emboscada. Militares brasileiros de um Comando de Batalhão de Selva de Santa Isabel faziam uma inspeção na área de um igarapé quando avistaram um homem louro armado de fuzil. Com o homem louro estavam mais 3 elementos escondidos dentro da selva, todos armados e preparados para a emboscada... Os intrusos pensaram em abrir fogo contra os militares brasileiros, mas como estavam em menor número, desistiram.
O fato se deu dentro de uma área yanomami. O grupo de 4 invasores embrenharam selva à adentro para escapar do batalhão brasileiro e desapareceram dentro da selva. Os militares brasileiros não podiam entrar na área, demarcada como reserva ambiental. A proibição está na Lei de demarcação criada por FHC e sua turma de bandidos do PSDB. Apenas com a autorização de um Juiz Federal, o Exército brasileiro poderia agir dentro da reserva. Ou seja, dentro do próprio Brasil. Os invasores podem hastear bandeiras estrangeiras, contrabandear drogas, armas e diamantes, lavar dinheiro, matar garimpeiros e armar emboscadas dentro das reservas brasileiras; já o exército brasileiro não; este precisa pedir autorização.
O Comandante do Batalhão que dirigia a operação na selva foi então à Juíza de Santa Isabel, pedir uma autorização para ingressar dentro da reserva. Quando o batalhão voltou ao local subindo o Igarapé, o coronel que comandava a missão encontrou uma pousada protegida por 15 homens, todos ex-militares americanos. Um deles foi identificado por um oficial como sendo um dos emboscadores. O coronel ao se dirigir ao identificado foi confrontado de forma grosseira. Todos agiam como se fossem donos e propietários da área.
O local é rico em nióbio, ouro e diamantes. Segundo o General a pousada serve na verdade de fachada para o contrabando de nossos recursos minerais. Haviam botes motorizados e um hidro avião no local para transportar o contrabando. O próprio General Durval Nery foi impedido de trafegar de Manaus à Boavista, sendo impedido por grupos armados nas Estradas. Mesmo se identificando como General do Exército brasileiro, o General não pode seguir seu caminho pela reserva. Somente com autorização da Justiça, disse. A demarcação das terras indígenas foi regulada pelo Decreto nº 1 775/96 de Fernando Henrique Cardoso. Uma das etapas previstas no procedimento de demarcação foi à desocupação da terra por não índios. Centenas de famílias de lavradores brancos foram expulsos do local e jogados na estrada com a roupa do corpo. Muitos nem receberam indenizações do Estado.
A Monsanto citada acima é a mesma que inventou o Napalm, a bomba incendiária usada no Vietnã pelos americanos. A Monsanto também inventou o esfoliante amarelo que contaminou milhões de inocentes na guerra do Vietnã. Todos morreram de câncer. A Monsanto tem a participação acionária de David Rockefeller e dos Rothschilds. A empresa também foi responsável pela doença do “mal da vaca louca”. A Monsanto fabrica ração animal para gado e usa restos de vários animais mortos e infectados. Cães, gatos, porcos, aves e outros animais, todos em estado de putrefação, são moídos e triturados em grandes máquinas e depois industrializados como ração para gado. A ração é comercializada nos EUA e na Europa. No Brasil os produtores brasileiros não usam este tipo de ração industrializada e sim grama natural.
Os Rothschilds são donos de quase 50% de todas as indústrias, bancos e empresas no mundoNo Brasil são donos das operadoras de telefonia e exploram nossos recursos naturais como ferro, alumínio, manganês, calcário, pedras, nióbio, ouro e diamantes. Eles são donos da CSN e de mais 120 empresas estatais que foram privatizadas pelo governo do PSDB. Os Rothschilds são donos também da Samarco, a mesma mineradora que causou os estragos ambientais em Mariana e em boa parte do Brasil.
A Samarco explora a Lei Kandir, ou seja, não paga impostos municipais ou estaduais e sim um imposto federal. A empresa pagou uma multa ao governo federal pela tragédia ambiental, mas não gastou um centavo sequer em indenizações às vítimas da tragédia e muito menos indenizou os municípios atingidos pela lama. A família mais poderosa do planeta recentemente passou a controlar dois aeroportos brasileiros e está de olho no aquífero brasileiro e nas hidroelétricas. Se agirem como já agem dentro das reservas brasileiras, logo, logo, teremos que pedir permissão e pagarmos caro aos Rothschilds para podermos viajar, beber nossa água e usar nossa energia elétrica. A Lei criada pelo PSDB se constitui um crime de lesa pátria e beneficia apenas exploradores internacionais. Os prejuízos aos municípios são devastadores. A sociedade brasileira é quem paga por todos os prejuízos tributários causados ao Brasil por esta Lei.
O PSDB é um partido representante da Nova Ordem Mundial e disseminador da desgraça socialista que se abateu sobre o Brasil. Os globalistas que financiam o PSDB são os mesmos que se apossaram de nossa Amazônia e que querem se apossar do Brasil. O partido de FHC adota a mesma prática nazista de descriminação e não aceitam negros, evangélicos, pobres ou homossexuais como membrosEssa é uma regra Illuminati. No entanto, os tucanos são responsáveis no Brasil pelo homossexualismo, casamento gay, ideologia de gênero, marxismo cultural, racismo, feminismo, ateísmo, liberação de drogas, pedofilia, legalização da prostituição, desmilitarização, desarmamento, controle do sistema eleitoral, Marco Civil na Internet, Imigração, aborto, estupro e estatuto do menor. Essas transgressões sociais são financiadas pela Open Society, pela Fundação Rockefeller, pela Fundação Ford e pelos Rothschilds. Todas fazem parte da Agenda Global pelo controle e escravização do planeta. 

(inocentando o PT!!!)
O PT é apenas uma quadrilha de bandidos e ladrões, e não passa disso. O partido de Lula foi manipulados pelo PSDB e pelo comunista Fernando Henrique Cardoso, assim como todos os demais partidos. A Agenda Global é disseminada no Brasil pelos tucanos e consequentemente, repartida com os demais partidos. Todos recebem sua fatia do bolo para VENDER e DESTRUIR o Brasil. Os socialistas fabianos são responsáveis por todas as desgraças mundiais. A Ordem dos Fabianos é controlada pelos Illuminati e pela maçonaria vermelha e são eles que financiam as guerras, as epidemias, as doenças, mortes, terrorismo, conspirações, assassinatos, satanismo e golpes de Estado no planeta. O PSDB é a identidade do mal, o partido satânico que corrompe e destrói o Brasil. Bando de porcos!
VEJA O VÍDEO DA ENTREVISTA DO GENERAL: https://www.youtube.com/watch?v=kMV-PhdNtjk