sábado, 27 de maio de 2017

Gilmar Mendes ministro do STF, o estelionato empresarial brasileiro protegido pelos Habeas Corpus

Nota minha: acontecerá a CPI do BNDES, espero que aconteça do FGTS, previdência, fundos de pensão, dívida pública(a quem?) todas envolvidas no estelionato empresarial; quem será o relator em um congresso 100% envolvido no crime de corrupção  
01) O estelionato empresarial brasileiro formou uma imensa pirâmide construída com o desvio do erário; usaram engenheiros, açougueiros, pedreiros, auxiliares que virou Pactual venderam estatais para civis com financiamento público e sem retorno, com o erário compraram empresas no exterior, e os lucros depositados nos offshore em paraísos fiscais, empresas fantasias tendo como sócios laranjas, ou misteriosos.
02) No descaminho, no estelionato empresarial, os golpistas usam uma grande confusão de mudanças de razão social, locais, nomes, donos (laranjas)  por várias vezes para confundir a todos nas pesquisas, no entendimento.
03) Por que Gilmar mendes retirou  o Grupo Bertin do Estado de São Paulo levando-a para Diamantino MT aonde seu irmão Chico Mendes era prefeito atendendo o governador Maggi, para a unificação dos frigoríficos no Brasil se tornar a maior lavanderia processadora de carne animal do mundo, financiada pelo BNDES, e demais bancos estatais, tudo isso foi tramado antes da transferência da Bertin para Diamantino MT  em 2007, ou depois, na incorporação da Bertin FIP com a JBS-Friboi em 18/04/2013  quando o atual ministro da Fazenda Henrique Meirelles já estava na direção da Holding J&F usando como fachada a Blessed loja virtual nos EUA (em nome de Joesley) com ajuda da JP Morgan.  É imoral a forma como o PGR Janot e o Ministro do STF Fachin aceitaram calados a delação forçada por Joesley diretor da JBS sem contestarem, sem analisarem o conteúdo, inclusive com o direito de Joesley transitar livremente nos EUA sem qualquer preocupação. Algo de muito sério no Brasil está acontecendo para o governo, congresso, instituições, se calarem. A Eldorado Celulose é a continuação desse imenso desrespeito ao Brasil pelo estelionato com aval do governo.

04)  Natalino Bertin e sua família se tornaram sócios de José Carlos Bumlai, Natalino Bertin contou que, em 2005, fez um empréstimo de R$12 milhões a Bumlai, mas que a dívida jamais foi paga. O BNDES emprestou, entre dezembro de 2008 e fevereiro de 2009, R$ 459,8 milhões para a usina São Fernando, empreendimento de José Carlos Bumlai com o grupo Bertin. A garantia oferecida, porém, foi de menos de 1% desse valor: R$ 2 milhões, ou seja, 0,45%. O saldo devedor era, na época, de R$ 362,4 milhões. A Bertin reescalonou sua dívida de R$ 59,3 milhões, em 23 de julho de 2012, e a São Fernando, outros R$ 303 milhões, na mesma data. Como não pagou aos credores, o BNDES pediu a falência da empresa. -  E Bumlai disse a PF que tomou empréstimo da Shaim para Lula o cala boca pela morte de Celso Daniel. Os Bertin  firmaram sociedade com os irmãos Batista no grupo JBS em 2009 então controlada pela FB Participações que tinha como acionista Bertin Fundo de Investimento em Participações controlado por Bracol Holding Ltda e Blessed Holding. A Bracol Holding pertencia a Heber Participações, que pagou parte do empréstimo que Bumlai fez junto ao BNDES.  Por que Tinto Holding Ltda Nova Denominação de Bertin Ltda e Bracol Holding Ltda. É preciso observar, no entanto, que a Bertin FIP é formada por Tinto Holdings e Blessed  PORQUE TINTO? ME LEMBRA RIO TINTO DA FAMÍLIA ROTHSCHILD SERÁ QUE TEM LIGAÇÃO A JBS, OS DESFALQUES COM ELE? 
Desde 2009, a empresa Blessed Holdings LLC aparece como sócia do frigorífico, mas ninguém sabe quem a comanda!
apenas questiono!!!


Atentos a essa informação da JBS no exterior:  Em 2015, a Receita Federal tinha uma convicção: a Blessed, o misterioso sócio da JBS, teria sido criação da "família Bertin" para driblar o fisco. A JBS esclareceu em  junho/2014 à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) quem são os acionistas "pessoa física" por trás da Blessed, empresa americana que detém 65,8% do fundo Bertin FIP. Até 31 de maio/14, esse fundo detinha 48,51% da FB Participações, controladora da JBS, uma semana antes, a Bertin FIP transferiu suas ações da FB Participações para a J&F Investimentos, holding da família Batista que controla empresas como JBS e Eldorado Celulose.
     De acordo com a JBS, a Blessed é controlada por duas companhias: Lighthouse Capital Insurance Company, com sede nas Ilhas Cayman, e U.S Commonwealth Life, com sede em Porto Rico. As duas empresas têm como principal acionista Colin Murdoch-Muirhead preposto do real proprietário e beneficiário final, que foi executivo sênior do HSBC nas Bermudas? onde o executivo também reside, segundo site da Lighthouse[02].
  Além dele, outros diretores de Lighthouse e da U.S Commonwealth também são acionistas da Blessed. São eles Paul Backhouse, James Walker, Nicholas Ferris. Os Bertin sustentavam que a transferência das cotas para a Blessed seria uma "escancarada falcatrua" por meio da falsificação de assinaturas de membros da família Bertin. No auge da disputa, os representantes da Bertin chegaram a revelar, acusando a J&F de Joesley Batista de ser sócia oculta da Blessed, segundo noticiou o jornal "Folha de S. Paulo". Neste ano, os Bertin chegaram a um acordo com os Batista para deixar a sociedade na JBS. [03].

   Os Bertin entraram como sócios da JBS em 2009, o mesmo ano em que a Blessed foi criada(loja on line "abençoada" em português) funcionários do JP Morgan participaram da estruturação da entrada da Blessed Holdings no capital da JBS. A família Bertin entrou na sociedade com os Batista utilizando um fundo denominado Bertin FIP formado por Tinto Holdings(the misterioso) e Blessed(o misterioso). O fundo fundo Bertin FIP ganhou outro nome Pinheiros Fundo de Investimentos. Mas a Blessed permaneceu na estrutura da JBS, como sócio misterioso. 

  As ações da família na JBS, transferidas ilegalmente por meros 17 mil reais para a Blessed Holdings (Participações Abençoadas, em português), empresa com sede em Delaware, conhecido paraíso fiscal nos Estados Unidos. Os proprietários ocultos da companhia, afirmaram, seriam os Batista.

  Ao longo de 2010, as ações que pertenciam aos Bertin foram transferidas para a Blessed, por um valor irrisório: R$ 17 mil. O valor não fazia o menor sentido. Os ativos dos Bertin, por ocasião da fusão foram avaliados em R$ 12 bilhões – só a parte pertencente à família Bertin era de R$ 8,8 bilhões. Os Bertin se disseram roubados e pediam ressarcimento aos Batista. O impasse chegou ao fim quando os Batista compraram a parte dos Bertin, que deixaram a JBS em 2015. 

   O ministro Gilmar Mendes admitiu para o jornal Folha de S.Paulo que sua família é fornecedora de gado para a JBS—  Mesmo assim, o ministro do STF afirmou que não há suspeição entre ele ocupar o cargo e tomar decisões sobre a delação premiada da JBS.[1]
Júnior, Joesley e Wesley, os Batista
  Gilmar afirmou que conheceu Joesley por causa de negócios na área de agropecuária.— "Minha família é de agropecuaristas e vendendo gado para a JBS lá (Mato Grosso)", afirmou, acrescentando que  (ex-prefeito) Chico um irmão  do ministro Gilmar Mendes é quem negocia os valores com a empresa. — "Eu já havia  encontrado o Joesley  em outras ocasiões. A JBS tem um grande frigorífico em Diamantino (MT), minha terra, implantado pelo grupo Bertin no governo Blairo Maggi governador do Mato Grosso entre 2003 e 2010]".
Resultado de imagem para bracol holding ltda
Com que finalidade que Gilmar Mendes retirou o Frigorífico Bertin de São Paulo para Diamantino MT passando-lhe a perna nas operações fraudulentas com a JBF? A vinda do frigorífico Bertin para Diamantino MT, comemorada com a presença do ministro Gilmar Mendes irmão do prefeito de Diamantino Chico Mendes, o governador Blairo Maggi chegou a dizer que Gilmar Mendes valia mais do que a bancada toda de deputados e senadores de Mato Grosso.  
A oligarquia matogrosense!!!!!!! 
Gilmar Mendes, Blairo Maggi, Eliseu Padilha, FHC, Frigorífico Bertin, BNDES, Diamantino MT
Pergunta selecionada pelo Roda Viva? Algo assim: "O sr. Gilmar Mendes tem alguma ideia do porquê das mais de 30 ações impetradas contra o seu irmão prefeito de Diamantino em MS ao longo dos anos jamais terem chegado sequer à primeira instância?"; e suas relações  com o coronel Sérgio Cirillo, ligado a Hugo Chicaroni, condenado por subornar um delegado federal em nome do banqueiro preso Daniel Dantas  dono no sul do Pará de dezenas de  fazendas e criando gado em terras da união, a quem o senhor concedeu três Habeas Corpus?
Prefeito Chico Mendes irmão do ministro Gilmar Mendes, governador de MT Maggi e o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes.  Solenidade do Grupo Bertin, em Diamantino, se transforma em comício e homenagem ao ministro do STF Gilmar Mendes.
Prefeito Chico e o irmão-ministro Gilmar Mendes, governador Maggi e o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes

Grupo Bertin MT, Gilmar Mendes, FHC, Lula, Daniel Dantas, BNDES, fusões Friboi/JBS


 — em 2009 Gilmar Mendes afirmou de que o sistema judiciário brasileiro é um “manicômio”. E foi Gilmar Mendes quem deu início a lavanderia da carne no Brasil.
Resultado de imagem para Friboi/JBS Lula e Joesley

Bertin, fusões, Daniel Dantas, Friboi, Lula, Cade, BNDES, nasce o maior frigorífico mundial responda-nos Gilmar Mendes presidente do STF, quem fornecerá os bois?


E NÃO PAROU POR AI,
Resultado de imagem para Henrique Meirelles  e a J&F
Março de 2012 Henrique Meirelles assume a Holding J&F. A Caixa Econômica Federal financiou 100% da aquisição da empresa Alpargatas para a JBS - Friboi.   A Camargo Corrêa vendeu a sua participação majoritária na Alpargatas, fabricante das Havaianas, que também tem a licença das marcas de artigos esportivos Mizuno e de calçados Timberland. por R$ 2,667 bilhões para a J&F Investimentos,  controladora da JBS – Friboi.  Estamos indignados e ansiosos para saber se o senhor Fabio Cleto ex-Presidente da CEF contou ou contará qual milagre a Família Batista (JBS/FRIBOI) fez para conseguir um empréstimo junto à CEF de R$ 2,7 Bilhões de reais sem qualquer garantia real, com carência de 02 anos e pagamento em 07 anos, e juros de Dilmãe, para comprar o controle da Empresa Alpargatas. O Conselho de Administração da J&F (cujo presidente era, se é que se afastou,como ele afirma, o então ministro da Fazenda do atual governo Michel Temer, 
o Sr. Henrique Meirelles   autorizou o empréstimo em 15.12.15; 
o senhor Fabio Cleto foi exonerado da CEF  em 10.12.15.
Coincidência, não???

Em  2009 , os Batista da FriBoi  compraram a parte de Grendene e a Florágua foi convertida na Eldorado Celulose. A operação foi estruturada em cima da emissão de debentures do FI-FGTS para: Eldorado Brasil Celulose
O presidente da J&F Eldorado Brasil, José Carlos Grubisich,

Em cerimônia na Eldorado Celulose, Michel Temer (PMDB), a ministra da Cultura, Marta Suplicy (PT), juntamente com o governador André Puccinelli (PMDB), presidente da Eldorado, José Carlos Grubisich, a prefeita Márcia Moura (PMDB),  o  presidente financeiro da J&F Henrique Meireles, e Joesley Batista, presidente da J&F FriBoi.
entre outras, que só o tempo nos mostrará.....

[1] http://exame.abril.com.br/brasil/gilmar-mendes-admite-que-familia-fornece-gado-a-jbs-diz-jornal/
[2] Colin Murdoch-Muirhead preposto do real proprietário e beneficiário final
[2] Resultado de imagem para Lighthouse Capital Insurance Company
[03]  https://www.reporterbrasil.org.br/documentos/acoes_fazendas_gado_desmatamento.pdf

Nenhum comentário: