segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Jesuítas esconderam a dinastia Romanoff, caminho livre para praticar o extermínio

Resultado de imagem para símbolo do Jesuíta 
 - O segredo por traz do símbolo IHS dos jesuítas e seu real significado oculto
    Intellectus = o iluminado 
    Hemepht   = o Anima Mundi ou Alma do Mundo 
    Siris          = Osíris o deus dos mortos e fertilidade, religião do Egito Antigo.

Os Protocolos continuam a agenda da Ordem dos Jesuítas, na medida em que a Rússia era tomada, e acontecia a queda da Rússia na Revolução Bolchevique, acontecia  coisas importantes: a dinastia Romanoff seria removida. Os Jesuítas esconderam os Romanoffs porque pertenciam a Ordem de Malta
Resultado de imagem para dinastia Romanov
Agora, é claro, o czar não foi morto em Ekaterinburg; Nós sabemos que a partir do livro The File On The Czar. Sabemos que sua filha morreu no estado de Virgínia [não muito tempo atrás]. Sabemos que seu filho, Alexi, tornou-se um membro da KGB, mais tarde chegou a Nova York, e ele lançou o que foi chamado O Livro Branco. A Família Real não foi morta, porque eram Cavaleiros de Malta.
Resultado de imagem para cavaleiros de Malta  na Rússia
Assim, osJesuítas e Cavaleiros de Malta levaram a Família Real para fora, fingiram a sua morte, e depois de terem tirado os Romanoffs, a Igreja Ortodoxa já não tinha um protetor

Os Cavaleiros de São João mudaram o seu nome para os Cavaleiros de Malta (Ordem Soberana e Militar Hospitalária de São João de Jerusalém, de Rodes e de Malta) são fanaticamente leais ao Vaticano e ao Papa, que aparentemente, passou a usá-los como seus soldados e força militar do Vaticano. por várias vezes, que os Cavaleiros Templários e os Cavaleiros de São João (que viriam mais tarde a serem conhecidos como os Cavaleiros de Malta), entraram em combate, lutando em conflitos uns contra os outros.

Os Cavaleiros Templários lutavam contra os interesses do Vaticano, enquanto que os Cavaleiros de Malta tornou-se o exército privado do Papa.

Agora os jesuítas estavam livres, com seus bolcheviques, para matar a liderança ortodoxa que era anti-Roma e levar Moscou ortodoxa de volta a Roma.
    Stalin mandou matar de fome milhões de ucranianos. 
                                                                   Foto: ruas de Jarkov, Ucrania
Stalin mandou matar de fome milhoes de ucranianos. Foto ruas Jarkov, Ucrania
É por isso que mataram 5.000 sacerdotes e freiras durante a revolução, da Igreja Ortodoxa. Eles apenas decapitaram toda a liderança anti-católica e anti-papa da Igreja Ortodoxa.
Os judeus se saíram bem durante 10 anos, até  caíram na isca, até as purgas de Stalin destruir as comunidades judaicas.  

1918, menos de três meses depois da Revolução de Outubro, Lênin publicou o decreto intitulado "Sobre a separação entre a Igreja e o Estado e entre a Escola e a Igreja" a Igreja pagou também um elevado tributo de sangue: durante a guerra civil, antes que os bolcheviques pudessem constituir a União Soviética em dezembro de 1922, foram assassinados 25 bispos, quase 3 mil sacerdotes, cerca de 2 mil monges e freiras, assim como 15 mil fiéis, aproximadamente, igrejas ortodoxas russas no exterior distanciaram-se criticamente do Patriarcado de Moscou. “Mas o verdadeiro obstáculo é a incapacidade de admitirem os próprios erros, especialmente o fato de que a igreja ortodoxa russa foi usada pelo regime de Stalin para a liquidação pela força da Igreja Greco-Católica Ucraniana ”http://flagelorusso.blogspot.com.br/2012/04/igreja-ortodoxa-russa-foi-instrumento.html

E lembre-se, Moscou é considerada a "Terceira Roma". O primeiro é Roma; O segundo é Constantinopla; O terceiro é Moscou. E você pode encontrar isso, você pode encontrar a aliança jesuíta com os bolcheviques em um livro chamado Descent Into Darkness por um sacerdote chamado Zatko, que ensinou na Universidade de Notre Dame, nos anos 60.
Os Jesuitas, demônios disfarçados de religiosos.
Assim, os jesuítas receberam uma reentrada formal na Rússia em 1922, depois da Revolução Bolchevique e da Guerra Civil e, a partir daí, o Colégio russo foi erguido em Roma em 1929, para preparar jesuítas russos para governar a Rússia. E isso é o que eles fizeram, e eles governaram através da KGB, assim como eles governam este país através da CIA e do FBI.

Os protocolos delinearam esta . Lembre-se, os Protocolos foram descobertos na Rússia, e traduzidos por um inglês, Marsden. Mas o que eles fizeram? montaram o enorme sistema de gulag, o enorme sistema de campos de concentração, que deu aos jesuítas a  prática necessária  para fazer  também  na Europa.

Os Jesuítas e Bolcheviques culparam os judeus pelo extermínio russo.
Vindo a público, tiveram a coragem de culpar os judeus, e ao fazê-lo, justificou aos olhos do povo europeu a aniquilação da raça judaica na Europa - porque são os judeus que Fez os campos de extermínios  na Rússia! 

Os judeus mataram todos os cristãos na Rússia! Os judeus os enviaram para a Sibéria! Afinal, não era Trotsky um judeu? Lenin não era judeu? São todos os judeus! Então, eles caíram na isca.

Então os Jesuítas culparam tudo e todos, usando os judeus, purificaram a Europa dos judeus, então a Europa é principalmente católica romana agora. É um bloco Católica Romana, e será o exército do Anti-Cristo, com a sua União Européia. . .

. . . Há uma guerra secreta contra os judeus,(os verdadeiros judeus, os judeus fiéis a Torah) e todas as comunidades de inteligência estão lutando contra isso. 
E os judeus não percebem isso porque seus rabinos, a maioria de seus rabinos, são traidores. Eu perito Jon Phelps  conversei com um rabino no condado de Lancaster e eu disse a ele para cuidar da Ordem dos Jesuítas. Ele diz: "Oh, eles são alguns dos meus melhores amigos!" Bem, isso explica. Os rabinos traem seu próprio povo à mão desses inquisidores. E isso é o que eles fizeram na Segunda Guerra Mundial, e eles vão fazer isso aqui novamente. . .

https://hwaairfan.wordpress.com/2012/12/23/the-black-pope/

Nenhum comentário: