quarta-feira, 16 de maio de 2012

Grécia os banqueiros e empresários internacionais ficam bilionários fazendo desgraças


O sistema de poder estabelecido sobre o mundo pela aliança atlantista controlada por toda a canalha anglo-saxônica e seus capatazes de todas as raças (Ban Ki Moon, Obama etc.). 

O que é valido para a Grécia não é obviamente transponível para outros países da zona euro. Às condições objectivas peculiares somam-se ali condições subjectivas inexistentes noutros países. A disponibilidade para a luta dos trabalhadores gregos é inseparável de uma herança histórica de sofrimento acumulado desde as lutas contra a ocupação turca no século XIX. Em 1945 a insurreição grega, após a expulsão dos alemães, quase levou ao poder os trabalhadores. Foi a bárbara repressão do exército britânico que restabeleceu a monarquia e impediu há mais de sessenta anos a construção na Grécia de um Poder. 

Os mentores da "União" Europeia querem ter a certeza de que a Grécia continuará a pagar sua dívida pública, sobre a qual grandes lucros foram feitos[?]. A receita para garantir isso é simples: forçar a Grécia a privatizar o que restou de seus serviços públicos, e atacar os direitos dos trabalhadores. Assim os rendimentos tributários gregos continuariam a fluir para os cofres alemães e franceses, e a permitir que as multinacionais, lá instaladas, possam extrair lucros ainda maiores, graças aos salários e direitos reduzidos.

Os resultados desse "plano de resgate" são miséria, suicídio e desespero entre os jovens.

O povo unido na Grécia
Governanças  omissas e coniventes com o imperialismo sionista
O povo grego foi vítima de uma fraude de proporções épicas, perpetrada pelos imperialismos centrais europeus, com a cumplicidade dos banqueiros, grandes empresários e políticos do país.
O "canto da sereia" do mercado único e da moeda única levou a economia grega ao naufrágio. Os poucos que lucraram com isso já começam a abandonar o navio, levando consigo todo o lucro que obtiveram durante os "anos de prosperidade". Só a classe trabalhadora grega, a única interessada em realmente salvar o país, pode tomar o leme do barco e realizar um verdadeiro plano de resgate dos trabalhadores e da economia.

Os trabalhadores não podem pagar por uma crise que não é deles. A continuidade da atual política econômica levará à destruição do que ainda resta do setor produtivo grego e à submissão social e política do país, com custos catastróficos para o povo. 
Quando a Grécia se juntou à zona do euro, em 2002, apesar de um súbito aumento no custo de vida, a economia cresceu - o PIB grego teve uma elevação de 51% entre 2002 e 2010 (segundo dados do Banco Mundial "Privativista"). Entretanto, o PIB gera uma impressão enganosa do estado de uma economia.

Os gastos governamentais e privados foram encorajados pelos empréstimos fáceis, fornecidos prontamente por bancos franceses, alemães e suíços, o que criou uma ilusão de crescimento.

tramam e ficam bilionários...
Contudo, enquanto a economia grega parecia se expandir, o déficit comercial passou de 17,8 bilhões de dólares, em 2001 (pouco antes da entrada no euro) para mais de 39 bilhões em 2011. Os benefícios para Alemanha e França foram óbvios, já que mais de 25% das importações gregas vêm desses países. Enquanto a Alemanha paga taxas de juros de aproximadamente 1,3 % em um empréstimo de três anos, os empréstimos 'baratos' que são agora oferecidos à Grécia pelo Banco Central Europeu cobram taxas de 5%. Antes da crise essas taxas eram ainda mais altas. A Grécia deve urgentemente sair da União Europeia e do euro.

Grécia corte nas aposentadorias...
Enquanto o PIB grego despencou nos últimos anos, a economia alemã continua a crescer e a taxa de desemprego se manteve estável. Um aposentado se suicidou na praça Syntagma, em frente ao Parlamento, o que gerou uma onda de indignação em toda Atenas.
 Ele deixou uma carta onde dizia preferir tirar a própria vida a "ter de revirar lixo para comer", devido aos cortes na sua aposentadoria. Sua morte, por culpa de um governo que aniquila sistematicamente as esperanças dos jovens e a tranquilidade dos velhos. Nas escolas do interior, crianças desmaiam de fome e as aulas são suspensas durante o inverno, por falta de sistemas de aquecimento. Nesse mesmo país, a taxa de desemprego supera os 21% (e de mais de 50%, entre os jovens). Para Y. T., uma jovem grega empregada no setor de turismo nunca vimos esse dinheiro ser usado a nosso favor. Temos que pagar por nossa saúde, pois o sistema de saúde público nunca foi bom... e é a mesma coisa com o sistema de ensino público, onde temos de pagar por aulas de reforço se queremos ter alguma chance de entrar na universidade.

Continuar na UE significa dar condições totais à Troika de sabotar qualquer tentativa séria de resolver os problemas estruturais da economia grega e de reprimir a luta dos trabalhadores contra os planos de austeridade. Para que o barco não afunde, o povo grego precisa lançar ao mar os piratas que estão levando o país ao abismo e mudar a rota em direção a uma economia socialista. Nessa luta, eles podem contar com a solidariedade e apoio dos trabalhadores revolucionários de todo o mundo contra esse inimigo dos trabalhadores que é a União Europeia.


VEJAM, DECLARAÇÕES CONTUNDENTES  DA TROIKA

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=0KkmZoNXbwM#!

No Brasil, o povo brasileiro também precisa lançar no mar os piratas que estão levando o país ao abismo.


deolhonoclick.com

4 comentários:

cinenegocioseimoveis disse...

Não entendi a linha editorial do Blog:

“Embora todos comecem a vida inserindo-se no mundo humano através do discurso e da ação, ninguém é autor ou criador da história de sua própria vida. Em outras palavras, as histórias, resultado da ação e do discurso, revelam um agente, mas esse agente não é autor nem produtor. Alguém a iniciou e dela é o sujeito, na dupla acepção da palavra, mas ninguém é seu autor.”Hannah Arendt"
Vocês criticam ou entendem a Hannah Arendt???!!!

OK? Digamos que seja tudo mentira, mas e no Brasil?


- O MAU-METANO:
http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com.br/2012/05/policia-inglesa-prende-gangue-muculmana.html




- LULLA NEGA AJUDA À MULHER CONDENADA A MORTE POR APEDREJAMENTO - SÉRIE VALE A PENA VER DE NOVO:
http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com.br/2012/05/o-presidente-que-exige-uma-mulher-no.html

Abraço a Todos
Osvaldo Aires

Marilda Oliveira disse...

Prezado colega, grata pela sua colocação,hoje acrescentei detalhes na colocação de Hannah Harendt: “Embora todos comecem a vida inserindo-se no mundo humano através do discurso e da ação, ninguém é autor ou criador da história de sua própria vida. Em outras palavras, as histórias, resultado da ação e do discurso, revelam um agente, mas esse agente não é autor nem produtor. Alguém a iniciou e dela é o sujeito, na dupla acepção da palavra, mas ninguém é seu autor.”Hannah Arendt".

Pergunto? Que mensagem quis deixar a expressiva senhora? Que tudo já estava traçado... Que alguém já havia traçado o caminho da humanidade... Que nada ou ninguém poderia mudar o destino do mundo?

Quanto ao Lula.... LEIA:
http://mudancaedivergencia.blogspot.com.br/2011/10/invasao-sionista-na-america-latina.html

cinenegocioseimoveis disse...

Hannah Arendt era sionista e como todo judeu era muito inteligente - esse é o fato inconteste.
Outra situação é que todos os judeus defendem a liberdade - e disso eu entendo liberdade faz parte do meu ser.
O que ela quis dizer é que a liberdade é um bem muito raro (quase inexistente) e que a originalidade não existe e que o egoísmo é o remédio certo e mortal contra o coletivismo - o mérito/individualismo é o critério de justiça. A inteligência é o único fator de busca da felicidade e para a riqueza e por aí vai... O respeito ao direito individual é a solução e etc e etc...



- CÉREBRO HUMANO:
http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com.br/2012/04/cerebro-humano-conheca-quatro-mitos.html



- FUJAM DO MUNDO MELHOR
http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com.br/2012/04/fujam-do-mundo-melhor-meus-prezados-em_26.html



- A FARSA DO VITIMISMO AFRO-DESCENDENTE
http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com.br/2012/04/farsa-do-vitimismo-afro-descendente.html



- A SABEDORIA E ABSORVER O PARADOXO:
http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com.br/2012/05/paradoxo-nossa-visao-o-elemento.html

Abraço a Todos
Osvaldo Aires

cinenegocioseimoveis disse...

Quem conhece realmente Ayn Rand e o seu trabalho intelectual?
R: Filósofa naturalizada americana Ayn Rand que foi registrada com o nome de Alissa Rosenbaum era de origem judia, fugitiva da "revolução" russa - financiada pelo Islã através da Alemanha. Se Fidel tinha sangue Judeu pouco importa pois Max, Lênin também tinham sangue Judeu e o maior espião Russo de todos os tempos, nos EUA, era também Judeu e o Stalin era o chefe dos assaltantes de Banco – uma espécie de Zé Dirceu Rousseff.
Ayn chegou aos Estados Unidos na metade da década de 1920, cunhou ideias com ética mostrando uma visão com conhecimento de causa – éticas por serem atemporais. Nesta época já se sabia que vinha um Ob(s)ama e é isso que ela quer dizer o palco já estava armado com o estado centralizador com uma previdência deficitária e planos para se criar um SUS americano (gerando um imposto chamado inflação) e ela sabia que os EUA não tinha sido feito assim. Isso sempre foi feito no Brasil e grande parte do mundo. O Estado na vida do cidadão é uma grade m* é chacinas em massa e é só em que dá.

Amiga, existem três forças no mundo:

- A ocidental que dizem que são os Illuminats.

- A Irmandade Muçulmana - que todos sabem que é a "Religião da Paz".

- E as forças Sino-russas.

Eu li recentemente que os loucos do Irã estavam estudando um jeito de bombardear o Google com a desculpa que o Google estava roubando o Golfo Pérsico – o local mais importante do mundo, e a única sempre grande maldade que existiu foi a dos EUA - "maldade em mandar bombas atômicas pro Japão" aqui está o caso.
Nenhuma referência se faz ao período anterior da “guerra atômica japonesa”, não, não estou falando do ataque covarde e bandido a Pearl Harbor.
Ora, o Japão começou seu expansionismo militar anexando a Coréia em 1910, e continuou com a ocupação da China. De 1937 a 1945, na chamada “segunda guerra sino-japonesa” os japoneses massacraram 11 milhões de chineses. Bombardeio aéreo de civis, escravização, estupro em massa e generalizado e massacre de prisioneiros, experiências “científicas” de contaminação bacteriana de cobaias humanas: chineses, ingleses e americanos. Vários chefes militares foram julgados e enforcados por crime de guerra, pelo Tribunal de Tóquio formado pelos Aliados, em 1945 (o equivalente do Tribunal de Nuremberg). Contudo, na época em que os militares japoneses praticavam barbaridades inauditas naquelas paragens os fracos de caráter de hoje não falam que se tivessem jogado uma na Coreia não teria essa história aqui:

- FUGA DO CAMPO 14:
http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com.br/2012/05/fuga-do-campo-14-saudosistas-das.html

Você, para mim, já escolheu de que lado está só tem que ser clara/reta/honesta/direta na sua posição até para você não fazer estrogonofe com filé - que é um desperdício de filé.

Abraço
Osvaldo Aires